Avaliação da condição do núcleo do estator com o CPC 100

Os núcleos dos estatores de máquinas rotativas são compostos por múltiplas camadas empilhadas para minimizar perdas de corrente parasitas. Um curto entre duas ou mais camadas leva a correntes parasitas locais maiores. Esse problema pode mais uma vez levar a pontos de aquecimento locais, o que, no pior dos casos, pode causar um derretimento parcial do núcleo e eventualmente danificar completamente a máquina. Uma medição de fluxo, em que a máquina é excitada no fluxo nominal e a detecção de pontos de aquecimento é realizada com uma câmera termográfica, demanda uma grande quantidade de potência. Além disso, a configuração demanda bastante tempo e recursos.

A medição do fluxo de dispersão com o CPC 100 é uma alternativa confiável, usando uma fonte de potência portátil e um equipamento de medição que pode ser energizado por meio de uma tomada comum. Além da medição na frequência nominal, o CPC 100 permite que você excite o núcleo do estator em frequências maiores de até 400 Hz. O efeito da injeção em diferentes frequências, a detecção de falhas “mais profundas” no núcleo, assim como a comparação com uma medição de fluxo são explicados neste artigo.

Leia o artigo completo:

https://www.omicronenergy.com/pt/novidades/details/avaliacao-da-condicao-do-nucleo-do-estator-com-o-cpc-100/

×